GOL o automóvel tido como paixão antiga?

GOL GTI : um clássico esportivo

         O Gol, carro mais vendido no Brasil há 26 anos, tem seu mercado consumidor garantido não só por sua qualidade, mas pela versatilidade de sua linha.  A partir da versão hatch, surgiram o Voyage, a picape Saveiro e a perua Parati, no entanto a versão que realmente acelerou o coração do consumidor foi a versão GT, lançada em 1984, esportiva com motor de 1.8 e 99cv refrigerado a água (mesmo motor do lançamento Santanta)

Gol GTS

A partir de 1987, ano em que ocupou pela primeira vez a posição de mais vendido no país, recebeu pára choques diferenciados e lanternas maiores, mudando então seu nome para GTS. Em 1988, no salão do Automóvel, o Gol alcançaria então sua maturidade na linha esportiva. Manteve o GTS em fabricação  e lançou então o primeiro nacional equipado com injeção eletrônica, fabricada em parceria com a Bosch e mudou definitivamente a maneira de se produzir carros no mercado brasileiro.  

         A distribuição de combustível nos cilindros era controlada por dois processadores, baseada nas condições ambientais e na direção executada pelo motorista.  Passou de 99 cv para 120 cv com o motor Ap-2000 do GTI, o mesmo do Santana só que sem carburador.  Em 1989, foram fabricadas duas mil unidades do veículo.  A velocidade chegava a 174 km por hora e fazia de 0 a 100 em 10,38 segundos, sendo o primeiro no ranking de desempenho de esportivos nas revistas especializadas.

Gol GTI

Mesmo com a chegada do design conhecido como Gol “Bola”, já aceito e consagrado pelos fãs em 1995, ainda era aguardada a versão esportiva GTI, que apareceu com dois tipos de motor, sendo os dois com bloco de 2 litros. No entanto com cabeçotes diferentes. A versão GLSi trazia apenas o kit esportivo externo, bancos Recaro  e motor de 8V, enquanto a versão GTI vinha munida de motor 16 V, sendo assim considerada a verdadeira versão esportiva da família Gol.

         Ainda em 1995, o Gol GTS foi aposentado. O GTI recebeu injeção Multipoint que aperfeiçoou o controle do consumo e recebeu também computador de bordo. Visualmente perdeu traços importantes contidos em suas primeiras versões.

Com as 16 Válvulas chegou aos 203 km por hora. O tamanho do Motor aumentou consideravelmente, causando um ressalto oval. A inovação da injeção eletrônica tinha se tornado comum, e o Gol GTI foi descontinuado nos anos 2000.  Ainda sim, esse foi um grande clássico em inovação e despertou definitivamente o interesse por esportivos no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *